A Semana: 8 a 14 de dezembro


clarice_lispector

Clarice Lispector não poderia deixar de ser o principal nome do terceiro “A Semana”, quadro do Livro Leve Solto que destaca acontecimentos na história da literatura. A escritora nasceu na Ucrânia (como Haia Lispector) em 10 de dezembro de 1920, época em que sua família organizava-se para vir ao Brasil. Aqui, adotou Pernambuco como sua terra. Autora de clássicos como A hora da estrela e Laços de Família, morreu no dia 9 de 1977, véspera do seu aniversário de 57 anos.

Confira outros fatos importantes da semana:

8 de dezembro: considerado o dia de nascimento do poeta romano Horácio, em 65 a.C. Escreveu poemas líricos e satíricos, além de textos filosóficos.

9 de dezembro: nascimento do poeta inglês John Milton, em 1608. É autor do poema épico O Paraíso Perdido, em que relata a queda de Lúcifer ao inferno. Curiosamente, o texto não foi escrito por ele, mas, sim, ditado, durante o tempo em que esteve preso. A “forma alternativa” de autoria deve-se ao fato de ter ficado cego enquanto cumpria pena.

10 de dezembro: morte do escritor e dramaturgo italiano Luigi Pirandello, em 1936. Tem, entre as obras mais conhecidas, Seis personagens à procura de um autor e O falecido Matias Pascal.

11 de dezembro: nascimento, em 1911, do escritor egípcio Naguib Mahfouz, considerado um dos primeiros nomes da literatura árabe contemporânea a trabalhar com a temática existencialista. Recebeu o Nobel de Literatura em 1880 e é autor do livro Miramar e da série A trilogia do Cairo.

12 de dezembro: nascimento, em 1821, do francês Gustave Flaubert, reconhecido por suas análises psicológicas e sociais e autor de Madame Bovary. Morte, em 1877, do escritor brasileiro José de Alencar, criador de clássicos como Lucíola, Iracema e O Guarani.

13 de dezembro: nascimento do poeta alemão Heinrich Heine, em 1797. Intitulado “o último dos românticos”, escreveu o poema O Navio Negreiro, que relatava as condições em uma embarcação de escravos aportada no Rio de Janeiro e acabou servindo de inspiração ao texto homônimo de Castro Alves.

14 de dezembro: nascimento, em 1938, do teólogo brasileiro Leonardo Boff, uma das principais vozes da chamada Teologia da Libertação. Tem uma extensa produção literária, com mais de 60 livros lançados, incluindo Igreja: carisma e poder e A águia e a galinha.

Semana que vem tem mais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s