O bom leitor ao livro torna?


vale-a-pena-ver-de-novoVale a pena ler de novo?

Não sei se o “estranho” sou eu ou se são os outros. Com exceção de crônicas, obras de consulta histórica e poemas, acredito que nunca parei para reler um livro. Na verdade, não me passa pela cabeça começar de novo e me entregar, mais uma vez, à mesma história, aos mesmos personagens, aos mesmos diálogos, ao mesmo fim. Mas, talvez, isso mude… Por três motivos.

O primeiro: de vez em quando, em entrevistas de pessoas que me parecem ter o que dizer, as vejo/ouço/leio comentar que andam relendo um livro e descobrindo pontos que passaram despercebidos à primeira vista. Ou, ainda, que estão analisando tudo de uma forma diferente e mais aprofundada.

O segundo: para escrever algumas resenhas para o Livro Leve Solto, precisei revisitar livros que havia lido há meses ou anos. Não os reli integralmente, mas folheei algumas páginas e me deparei com trechos que me remeteram aos bons momentos daquele primeiro contato. Vez por outra, o breve revival acaba me oferecendo, também, um novo olhar sobre uma passagem que, outrora, não me chamou a atenção.

O terceiro: participando de grupos de leitores em redes sociais, percebi que muitos têm o hábito da releitura. Na semana passada, perguntei a eles o porquê. Dentre as respostas, destaque para as seguintes (algumas levemente editadas e sem identificação dos autores, já que não pedi a autorização para publicar aqui):

“Porque toda vez que eu releio um livro, eu tenho a oportunidade de aprender novamente.”

“Sim, na maioria das vezes, releio por saudade do contexto e dos personagens.”

“Só releio imediatamente se o livro for bom a ponto de eu querer compreendê-lo em todos os seus detalhes. Senão, espero alguns anos pra reler e talvez tirar dele outra impressão com minha mente mudada. Gosto de fazer isso com livros que me deixaram impressões fortes também livros dos quais eu não gostei mais por questões emocionais.

“Sim, porque eu leio rápido demais e, às vezes, acabo deixando passar alguma coisa.”

“Eu releio quando gosto muito, normalmente quando eu sinto falta do livro ou me esqueço de uma parte. Também adoro anotar frases que gostei, então quando o livro é muito bom e eu não consigo parar para anotar, releio para pegar as frases que eu gostei e marcar.”

“Às vezes eu quero resgatar todo aquele sentimento que desenvolvi lendo o livro.”

Pois é… Exemplos não faltam para motivar alguém – eu, inclusive – a adquirir o hábito da releitura. Mas será que vale mesmo a pena? Repassar a história a limpo tem sua graça ou é promessa de monotonia?

O bom leitor ao livro torna? Ou a fila (dos livros) precisa andar? Eis as questões.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s