Tempo, pra quê te quero?


tempo pra ler

Você já deve ter passado por isso. Comprou um, dois, três, mil livros novos, está louco para começar a ler e, de repente, falta tempo. As causas são as mais diversas. Muitas festas, muito trabalho, muitos serviços domésticos ou, como no meu caso recente, muito estudo. Depois de quatro semanas dedicado quase exclusivamente a leis, doutrinas e jurisprudências, tenho a alegria de anunciar que ÔÔÔÔ, o leitor voltooooou! O leitor voltooooou! O leitor voltoooou!

Desculpem pela empolgação. É que dá uma angústia ver a pilha de livros lhe esperando ficar disponível novamente. Até lá, inevitável pensar no que poderia estar descobrindo – ou se divertindo, ou se emocionando, ou se surpreendendo – com aquelas páginas… Não que o estudo seja desinteressante ou supérfluo, mas convenhamos (professores, podem parar de ler aqui): às vezes, bate até uma raivinha dele.

No tempo livre que acabo de readquirir, graças ao recesso da faculdade, o plano é ler quatro livros – dois deles, sequer iniciados: O boneco de neve, A civilização do espetáculo, Vigiar e punir e Guerra nas sombras, assinados, respectivamente, por Jo Nesbo, Mário Vargas Llosa e Michel Foucault e André Luís Woloszin.

Já leu algum deles? Se não teve tempo, pode esperar mais um pouco e conferir as resenhas do Livro Leve Solto. Elas chegam já já, em 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s