Passe Livro entrega doações ao Abrigo Cristo Redentor


DSC06088O branco dos cabelos não precisa tirar o colorido da vida. E ninguém precisou dizer isso, no último domingo, para que a mensagem ficasse clara. Bastava olhar para os rostos de grande parte dos 150 idosos residentes no Abrigo Cristo Redentor, localizado em Jaboatão dos Guararapes. A entidade foi a primeira beneficiada pelo projeto Passe Livro, do Livro Leve Solto.

Dos mais de 500 livros arrecadados pelo projeto, 40 foram entregues ao abrigo. Entre eles, clássicos como A moreninha, O crime do Padre Amaro e Romeu e Julieta. Completaram a seleção coletâneas de poemas, assinadas por escritores de diversos estilos, como Jessier Quirino e Patativa do Assaré.

A visita ao abrigo surgiu de uma parceria firmada entre o Livro Leve Solto e as estudantes Marina Marilis e Raquel Bitu, da Faculdade de Direito do Recife. Foram elas que, no início do mês, decidiram realizar uma campanha de doação de materiais de higiene pessoal, fraldas geriátricas e alimentos, entre outros itens, para o local. “Pensamos em oferecer um Natal, um fim de ano melhor para esses idosos. Geralmente, as pessoas se lembram mais das crianças nesta época, se esquecem dos mais velhos. Então, falamos com o pessoal do Ateneu (grupo estudantil da faculdade), que abraçou a ideia. Agora, vamos tentar fazer algo assim a cada 2 meses”, conta Marina.

DSC06102  DSC06095

Além das idealizadoras, cerca de 30 jovens participaram da ação, no último domingo, levando os produtos arrecadados e oferecendo um momento de distração e diálogo aos idosos. O pai de Marina, o clarinetista e professor de música Erilson Oliveira, também contribuiu, convidando dois amigos para, juntos, tocarem chorinhos e clássicos do frevo. No repertório, destaque para Carinhoso, Madeira do Rosarinho, Hino dos Batutas de São José e Vassourinhas. Os idosos também puderam assistir a um auto de Natal, apresentado por estudantes da Escola Estadual Barão de Bonito.

maria das nevesProgramação que agradou a Maria das Neves, de 84 anos. Natural de Jurema, no Agreste pernambucano, ela mora no abrigo desde junho. “De vez em quando, as pessoas vêm nos visitar. Isso é bom para distrair, sempre é muito animado”, afirma.

hertha

A visita também foi aprovada por Hertha Sales Herrmann, de 73 anos. Filha de alemão e brasileira, ela não deixou dúvidas sobre qual sangue corre mais forte nas suas veias. Animada, bateu palmas para acompanhar diversas músicas da apresentação de choro e frevo. Provavelmente, só não dançou por causa de um problema no fêmur esquerdo, que lhe deixou numa cadeira de rodas.

Além da dificuldade de locomoção, a catarata tem sido um obstáculo para Hertha. Ela acredita que vai se livrar do problema em 2014, com uma cirurgia ocular. Aí, então, poderá retomar o contato com a literatura. “Pretendo voltar a ler depois da operação. Gosto, principalmente, de livros com histórias”, conta a idosa, que vive no abrigo há três anos.

manoelA vista prejudicada (por alguma doença ainda não diagnosticada) também é o que afasta Manoel Menezes de Alcântara, 75, da leitura. “Já gostei bastante de ler, mas não aguento mais. Qualquer livro merece que a pessoa o leia com muito cuidado”, diz um dos moradores mais antigos do Cristo Redentor. Já são 43 anos no local, que tem 71 de funcionamento. Embora satisfeito com as novas doações, o idoso revelou que a maior alegria não é, nem de perto, material. “O prazer que nós sentimos de verdade é com a presença de todos que nos visitam e nos acompanham, independentemente do que trazem para cá.”

Informação confirmada pela Irmã Maria Elza da Silva, de 48 anos, que trabalha no abrigo desde fevereiro. “Essas visitas fazem diferença. Eles sempre ficam comentando depois e já esperam pelo domingo, que, geralmente, é o dia em que alguma ação desse tipo acontece”, explica.

* Um agradecimento especial a minha namorada, Yasmin, pela companhia e colaboração na visita ao abrigo.

Para ajudar o Abrigo Cristo Redentor

Telefones: 3257.8000 / 3251.3092 / 3255.6933

E-mail: abrigocristoredentor.gerencia@gmail.com

Endereço: Avenida Governador Agamenon Magalhães, Cavaleiro, Jaboatão dos Guararapes

Localização:

 

Projeto Passe Livro

Ao longo do mês de janeiro, levaremos os livros arrecadados a outras entidades de apoio social, educacional ou médico do Grande Recife. Já estão acertadas as doações para a Biblioteca Comunitária de Caranguejo Tabaiares e para o Grupo de Apoio Pedagógico, projeto de extensão que atende a estudantes de baixa renda.

O projeto é uma iniciativa do Livro Leve Solto, com o intuito de ampliar o acesso à leitura de uma parcela da sociedade. Ele foi colocado em prática após a página do blog no Facebook atingir 350 curtidas, na última semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s