5 curiosidades do português – parte 3


cinco português

O Livro Leve Solto tem mais cinco dicas e curiosidades da nossa língua para você. Divirta-se e aprenda (de uma vez por todas!).

1. Não existe (ou, pelo menos, não deveria existir) a expressão “de maior” ou “de menor”. Uma pessoa, simplesmente, é “maior de” ou “menor de” idade.

2. Depois da última reforma ortográfica, o trema (¨) só continua nos nomes próprios e derivados. Exemplo? Müller e mülleriano. Antes, servia para separar vogais adjacentes em duas sílabas, o que, na prática, costumava indicar quando se deveria pronunciar o “u” em palavras como lingüiça, cinqüenta, bilíngüe e exeqüível.

3. Se alguém foi de encontro ao seu namorado, é melhor ir ajudá-lo. Mas, se foi ao encontro, quem pode precisar de ajuda é você. Não entendeu? É que “de encontro” e “ao encontro” têm sentidos bem diferentes. A primeira expressão remete a uma oposição, uma contrariedade, um choque, enquanto a segunda assemelha-se à ideia de união, de soma.

4. Desapercebido não é a mesma coisa que despercebido. O primeiro adjetivo significa desprevenido; o segundo, “não notado”. Percebeu a diferença?

5. O til (~) não é um acento, mas, sim, um sinal de nasalização. Por isso, pode, por exemplo, ser colocado em sílabas átonas e aparecer mais de uma vez na mesma palavra (irmãozão).

Confira as edições anteriores de 5 curiosidades do português aqui e aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “5 curiosidades do português – parte 3

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s