Sessão de domingo: Marcas da guerra


Marcas+da+Guerra

Neste 09 de novembro, o escritor húngaro Imre Kertész completa 85 anos. O autor, que é judeu e sobreviveu ao Holocausto, foi contemplado com o Nobel de Literatura de 2002, justamente devido aos seus relatos sobre a experiência vivida durante a Segunda Guerra Mundial.

Um desses relatos está na sua obra mais conhecida, intitulada Sem destino. O livro conta a história de um jovem de 15 anos que passa por campos de concentração nazistas, incluindo Auschwitz-Birkenau, e serviu de inspiração para um filme homônimo, realizado na Hungria, em 2005. No Brasil, entretanto, a produção chegou com outro nome: Marcas da guerra.

Por ser um filme rodado em um país de pouca ligação com o cinema brasileiro, é possível que nenhum leitor do Livro Leve Solto conheça os principais atores no elenco (András M. Kecskés, Áron Dimény, Bálint Péntek, Béla Dóra e Dani Szabó). Se você sabe quem é algum deles, nos avise, por favor!
Se não conhece, a sua chance é agora. Clique abaixo e assista a Marcas da guerra, filme que tem a direção de Lajos Koltai e a trilha sonora de Ennio Morricone, indicados, respectivamente, uma e cinco vezes ao Oscar.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s