Dicotomia | Por Eduardo Vieira


[em uma cafeteria qualquer]
– Moço, um café, por favor.
– Quente ou gelado, senhor?
– Como posso te responder?
A vida toda tenho que escolher.
Esquerda ou direita.
Ou sou machista
Ou sou feminista.
Tenho dúvidas sobre o capitalismo.
Discordo do socialismo!
Por que liberal ou conservador?
Proletariado ou burguesia .
A vida, assim, é tão vazia.
Desde pequeno me questionam.
Certo ou errado?
Politizado ou alienado?
Polícia ou ladrão?
Ateu ou católico?
Organizado ou caótico?
Realidade ou ilusão?
Cara ou coroa?
Ímpar ou par?
Não há como levar na boa
Já estou a ponto de pirar
– Desculpe-me, senhor, mas era só um café.
– Então, te faço um apelo:
Por favor, me traz um café fervendo com muito gelo.

Eduardo Vieira tem 25 anos, é recifense e assina uma coluna semanal no Livro Leve Solto, publicando textos às quintas-feiras.

OBS: devido à impossibilidade momentânea de acesso ao WordPress, durante uma viagem do autor do blog, este texto foi publicado originalmente, no dia 12 de março, na página do Livro Leve Solto no Facebook.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s