a culpa é do abismo gnoseológico | Por Luiz Henrique Ramos


sabe?

é, talvez não saiba.

o que eu te disse

disse pela metade

e mesmo que não o fizesse,

que o dissesse por inteiro,

você não entenderia por completo

.

eu quis dizer

você até quis me escutar

mas as poucas palavras soltas

ficavam presas de um lado do abismo

até chegavam ao teu ouvido

mas continuavam do lado de lá

.

o problema não é você

o problema… (tampouco) sou eu

é culpa do abismo gnoseológico

é ele que não me deixa

deixar tudo claro

.

eu sinto

mas sinto que não consigo

expressar precisamente tudo em palavras

e as poucas palavras que digo

são um abismo distante

do que queria dizer

.

e, daquele pouco que eu disse,

menos você vai entender.

mas o problema não sou eu

o problema… (tampouco) é você

a culpa é do abismo, essa desgraça

que eu tentei contornar

sem sucesso, esbarrei nas palavras

e, tropeçando, caí

.

e aí, as palavras pela metade

são só, na verdade, metade

da metade de uma verdade inteira

que, de tantos abismos,

virou metade mentira

que, mesmo metade, é mentira completa.

.

mas o problema não somos nós

o problema é o abismo

que nunca nos deixou

sermos nós

só eu e você.

Luiz Henrique Ramos tem 21 anos, é recifense e assina uma coluna quinzenal no Livro Leve Solto, aos sábados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s